Categorias
Notícias

FENAJUFE: Federação solicita engajamento dos sindicatos na campanha midiática do Fonasefe

Fórum vai lançar manifesto contra a PEC 32 em webinário com Rita Von Hunty no dia 12; sindicatos devem  participar e assinar documento 

Foi encaminhado na sexta feira (7), comunicado aos sindicatos de base com orientação da Fenajufe para o engajamento na construção da campanha midiática do Fonasefe contra a Reforma Administrativa e em defesa do serviço público.

As entidades que compõem o Fórum têm atuado de forma incisiva contra o projeto de reforma do governo e consensualmente definiram por intensificar a luta na defesa do serviço público, seja com atos virtuais ou presenciais. 

A PEC da reforma já tramita na CCJ e o governo pretende encaminhar para aprovação logo no início do segundo semestre. Portanto, o momento é fundamental para pressionar os parlamentares em suas bases eleitorais, em suas redes sociais e onde mais for possível para derrotar a falácia infundada usada pelo governo para justificar uma reforma que vai destruir o funcionalismo.

Nesse sentido, o Fonasefe por suas entidades representativas, tem realizado ações de combate a aprovação da Reforma e vai promover no dia 12 um webinário com Rita Von Hunty e George Marques, que juntos vão debater sobre os efeitos nefastos da PEC32 na vida da população, e também  alertar a sociedade sobre a proposição que visa acabar com o funcionalismo e retirar dos cidadãos e cidadãs, o direito ao serviço público.

 A Fenajufe orienta aos sindicatos  para que participem do webinário e assinem o manifesto que está sendo construído para ser lançado após a apresentação do evento virtual que será gratuito e aberto a todas e todos. Os sindicatos signatários devem comunicar sua adesão ao manifesto até terça-feira(11), no email da Federação para que os nomes sejam repassados em bloco para o Forum das Entidades  Nacionais do Serviço Público (Fonasefe).

A videoconferência será em formato de seminário, onde os dois convidados irão expor suas análises e opiniões sobre a PEC 32/2020, em interação com os participantes por meio das perguntas enviadas no chat.

O Manifesto “O Serviço Público Não Tem Preço”, expressará a total rejeição do Fórum à proposta de Reforma Administrativa de Bolsonaro e reafirmará a luta em defesa dos servidores públicos, dos serviços públicos e da população brasileira que depende desses serviços.

Os convidados:

Rita Von Hunty é a persona drag de Guilherme Terreri, ator (formado pela Unirio) e professor de língua e literatura inglesa (formado pela Usp). Atua no cinema e no teatro, apresenta um programa de TV (Drag Me as a Queen) e possui um canal no YouTube (Tempero Drag) com mais de 750 mil inscritos, além de fazer palestras e oferecer cursos e formações que discutem, através dos estudos de cultura, temas centrais de nossas vidas em sociedade.

George Marques é jornalista e relações públicas. Especialista em Comunicação Política e Jornalismo Digital. Passou pelas redações do The Intercept Brasil, Revista Fórum e Metrópoles. Cobre os bastidores do Congresso Nacional desde 2010. Atualmente é Repórter Midia Ninja no Congresso Nacional, em Brasília-DF.

Para participar do webinário basta se inscrever no link :https://forms.gle/VnkqkeypSbsYycFa8, e preencher o formulário. É imprescindível a divulgação da atividade virtual.

Assista

Caso queira apenas assistir o debate, basta acessar o Facebook e/ou o YouTube do Fonasefe às 19 horas de 12/05. Anote os links:

www.facebook.com/reformaadministrativa.nao

www.youtube.com/reformaadministrativa.nao

Leia comunicado: https://www.fenajufe.org.br/images/043-21CampanhaFonasefe.pdf

Manifesto: https://www.fenajufe.org.br/images/Manifesto

Joana Darc Melo, da Fenajufe

Fonte: fenajufe.org.br

Categorias
Notícias

FENAJUFE: Sim, nós temos Carta Sindical!

Publicado no Diário Oficial da União (D.O.U) desta sexta-feira, 7, um despacho da Coordenação de Registro Sindical do Ministério da Economia reconhece o registro sindical da Fenajufe

A sexta-feira 7 de Maio ganhou tons e sons especiais para os Servidores e Servidoras do PJU e MPU. Nas primeiras horas da madrugada, quando circulou, o Diário Oficial da União anunciou: a Fenajufe, agora, tem sim Registro Sindical!

O despacho deferindo o pedido do Registro, assinado pelo Coordenador-Geral de Registro Sindical, Joatan Batista Gonçalves dos Reis, laureou a página 61 da Seção 1, nº 85, de 7 de maio de 2021:

O Coordenador-Geral de Registro Sindical, no uso das suas atribuições, considerando a regularidade do processo e com fundamento na Nota Técnica SEI nº 20978/2021/ME (15536133), resolve: DEFERIR o registro sindical à FENAJUFE – Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União, CNPJ 37.174.521/0001-75, Processo n° 19964.106120/2021-92 (SC21006), com abrangência Nacional, para a seguinte representação: Coordenação das entidades a ela filiadas que tenham a representação da categoria dos trabalhadores do Judiciário Federal e MPU, nos termos do inciso VI do art. 21 da Portaria 17.593/2020 (Despacho AQUI)

Com o deferimento, termina uma das etapas mais árduas e excruciantes da história da Fenajufe, usada indiscriminadamente e com crueldade por seus detratores, para atacar a Federação e minimizar as conquistas da Entidade, enquanto representante máxima do conjunto dos Servidores e Servidoras do Judiciário Federal e Ministério Público da União.

Mas é preciso ter claro que, apesar da ausência do Registro e da Carta Sindical, o reconhecimento por parte do STF, do governo e Parlamento sempre existiu, as conquistas vieram e as lutas nunca foram menores. A conquista da Carta Sindical é importantíssima, de fato. Mas a falta dela jamais significou prejuízo à luta ou às conquistas dos PCs pela Federação. O trabalho da Fenajufe junto ao governo, Parlamento e Tribunais Superiores é o principal determinante, ao lado da união da categoria, para os resultados positivos.

A falta de uma carta sindical nunca impediu a Fenajufe de atuar em defesa dos servidores e servidoras do PJU e MPU. Ela significa, ao fim, o reconhecimento formal do órgão governamental, mas o reconhecimento político e legal sempre existiu.

A ausência da Carta Sindical foi argumento do qual se apropriaram os divisionistas para minimizar a história da Fenajufe. Divisionistas que pregam, ao fim e ao cabo, alinhamento e posicionamento político que trarão prejuízos irrecuperáveis à categoria.

Além disso, merece destaque e ênfase absoluta a posição adotada e defendida pela Fenajufe, contra qualquer ingerência do governo sobre a Entidade Sindical. A Fenajufe sempre foi contrária ao imposto sindical e mesmo o registro sindical não era ponto pacífico na direção, causando divergências pontuais. Vale lembrar que no passado, uma entidade nacional usou a questão do registro sindical tão somente para cobrar imposto sindical dos servidores e servidoras do PJU e MPU.

A conquista do registro sindical pela Fenajufe, corolário da persistência e do trabalho meticuloso da atual Direção Executiva, não afasta o alerta: a categoria precisa estar muito atenta e vigilante a discursos que usam o registro sindical como mote para pregar a desunião e enaltecer a instituição de novas representações que, na verdade, buscam apenas capital político para fins nada claros.

A mudança

O cenário da falta do registro sindical começou a se transformar a partir de 2019 quando a nova Direção Executiva da Fenajufe assumiu, após eleição no 10º Congrejufe. Definidos os cargos, coube à Coordenação de Administração e Finanças desembaraçar o novelo em que se transformou, ao longo dos anos, a obtenção do Registro Sindical.

O primeiro pedido organizado pela atual gestão foi protocolado em 2020 e não validado, pela necessidade de ajustes na documentação. Feitos os ajustes, novo pedido foi feito em março de 2021 e também negado, ainda necessitando de novos ajustes. O protocolamento final aconteceu em 30 de abril, com a documentação corrigida, sendo validado pela Coordenação de Registro Sindical, em 7 de maio.

Ao todo foram realizadas nove tentativas de registro. Seis delas entre 2009 e 2014, infrutíferas. De 2020 a 2021, obedecendo premência prioritária, foram mais três tentativas sendo a última, vitoriosa:

SC03926 13/01/2009 Não Válida

SC04832 01/06/2009 Não Válida

SC11625 04/10/2011 Não Válida

SC13328 26/06/2012 Não Válida

SC14108 31/10/2012 Não Válida

SC15925 06/06/2014 Não Válida

SC20767 19964.112399/2020-62 04/11/2020 Não Válida

SC20924 19964.103978/2021-03 24/03/2021 Não Válida

SC21006 19964.106120/2021-92 07/05/2021 Válida

DECISÃO PROCESSUAL RES – Registro Sindical publicado no DOU 07/05/2021 Ativo

Do peito de quem empunhou a bandeira do Registro como meta de gestão, no lugar da angústia e frustração dos indeferimentos anteriores, agora ecoa um único, potente e libertador grito: a Fenajufe tem Registro Sindical, sim!

Luciano Beregeno, da Fenajufe

Fonte: fenajufe.org.br

Categorias
Eventos

MENSAGEM DO SINJEAM EM HOMENAGEM AO DIA DAS MÃES

Neste domingo, 09 de maio, celebraremos o Dia das Mães e a Diretoria do SINJEAM, por meio de sua Diretora de atividades sociais, de cultura e de lazer, Suelly Nery, tem uma mensagem especial para você:

Ser mãe é sentir dores!
Ser mãe dói. Dói de cuidado, de saudade, de conselho. Dói as costas e o corpo para gerar e parir; dói a cabeça tentando controlar o destino dos filhos…
Ser mãe é a arte de conviver (bem) com as dores.
Mas as mães, todas as mães; seres mágicos, encantadoras, aconchegantes e amorosas, sempre serão nosso refúgio, consolo, sorriso no rosto e amor no coração.
Mães não se furtam de sentir dores, apesar das dores não desistem. Nem de serem mães e nem das tarefas também dolorosas de serem e estarem mães. E neste movimento, minimizam as dores dos filhos, de todos e do mundo.

Não se furtam de sentir dores, e apesar delas, cuidam, protegem, acolhem, abraçam, dividem calor, torcem, aplaudem, constroem e sobretudo amam.
Ser mãe é ser filtro, transmutam as dores que carregam em AMOR.
E o amor, tudo cura.
Por isso ser Mãe é ser uma fábrica de Amor.

P.S. Homenagem às mães do mundo, num ano de tantas provações (2021) que se não fossem as mães, não teríamos nem mundo! “

Suelly Nery de Paiva – Diretora de Atividades Sociais, de Cultura e de Lazer do SINJEAM

Categorias
Notícias

Assembleia aprova prestação de contas e empossa nova diretoria

Durante a manhã desta sexta-feira (26), em Assembleia Ordinária Virtual, os presentes aprovaram a prestação de contas referente ao período março de 2020 a fevereiro de 2021 da Diretoria Executiva, acompanhando o parecer do Conselho Fiscal.

Em ato contínuo, os sete diretores e três conselheiros fiscais foram empossados para gerir a entidade no triênio 2021 – 2024.

Confira abaixo a composição da diretoria:

1. ELONGIO MOREIRA DOS SANTOS JUNIOR –Presidente

2. EUZEBIO RODRIGUES CARDOSO JUNIOR-Vice-Presidente

3. IVAMAR OLIVEIRA PEREIRA FILHO-Secretário-Geral

4. RUY WANDERLEY DE CARVALHO LOPES-Diretor Financeiro e de Patrimônio

5. ARLEY FABRICIO ALVES BARBOSA-Diretor de Assuntos Jurídicos

6. SUELLY NERY DE PAIVA– Diretora de Atividades Sociais, de Cultura e de Lazer

7. FERDINAN SIMEÃO DOS SANTOS-Diretor do Núcleo de Servidores Lotados no Interior do Estado

Conselho Fiscal:

1. WILLIAM GUIMARÃES BENTES-Titular

2. MARIA FABIANA DA COSTA RODRIGUES-Titular

3. JANILTON DIAS SANTANA-Titular

Ao se despedir do cargo de presidente, Ruy Wanderley Lopes agradeceu a colaboração de todos em sua gestão e destacou os avanços que o Sindicato registrou na ampliação de convênios e evolução financeira, apesar das dificuldades enfrentadas.

Confira na íntegra o discurso de despedida:

Colegas,

Preliminarmente, presto minhas sinceras homenagens para todos que perderam amigos, parentes, pessoas queridas para atual pandemia. Não encontrei palavras que possam exprimir a dor que lanceia nossos corações. Apenas peço à Deus que consolem os enlutados e nos livre deste mal que nos assola, protegendo-nos de tudo daí decorrente.

Grande parte da vida das pessoas é preenchida pela carreira profissional. Novos amigos, experiências e conhecimentos são adquiridos ao longo dos anos de atuação. O trabalho é o que faz alguém se sentir realizado, e é um caminho para a concretização de diversos sonhos.

É uma alegria estar aqui em meio a vocês, profissionais de talento e prestígio da Justiça Eleitoral. É gratificante poder cumprimentar todos vocês – mesmo que virtualmente -, e saber que ao longo dos anos construímos um legado, e que nós fizemos parte da história que o sindicato construiu em nosso Estado.

Imperioso registrar que neste ano, precisamente no dia 09 de novembro, nosso combativo e brioso SINJEAM completará 30 anos. Muito orgulho de fazer parte desta história.

Há 09 anos, quando dava os meus primeiros passos na diretoria do SINJEAM, entidade conhecida por ser briosa e puxar greves históricas, vi que tinha um grande desafio pela frente.

E tudo se transformou novamente para mim em 2018, quando fui confiado ao cargo de presidência da entidade.

Foi um grande desafio, mas a participação e a troca de experiências com grandes homens me honraram e me inspiraram a realizar cada vez mais, de forma humana e transparente.

Após 03 anos como presidente e seis como administrativo e financeiro (patrimônio), ainda acredito que a paixão e a dedicação pelo sindicato fazem a diferença na vida das pessoas…e acho que vocês acreditam nisso também.

Durante todos esses anos, o esforço árduo dos colegas para construir algo excepcional, foi o que trouxe a mudança para a entidade.

O início não foi fácil, mas se houvéssemos dito que realizaríamos diversas ações no Sindicato, muitos não acreditariam, mas o fizemos e ganhamos muito legado.

Expandimos significativamente nossa presença junto as administrações do TRE, sugerindo ações em temas relevantes para a entidade e os servidores, como a manutenção do expediente de 6 horas, o assédio moral, dentre outros temas. Eventos conjuntos buscaram a integração de todos que permeiam nosso cotidiano de trabalho. Todos! Com responsabilidade, muito trabalho, tornamos isso realidade no Sindicato e tenho grande satisfação em poder afirmar isso. Evoluímos e avançamos, sem dúvida. Mas, temos consciência também que esta deve ser uma preocupação e prática permanente, que não se permite retrocessos. Este é o desafio para a próxima gestão e as outras que se sucederem

Enfim, o resultado dos esforços empreendidos por todos os que participaram da gestão que ora se encerra, é um Sindicato como maior número de convênios para os filiados, participante, agregador, que procura avançar.

Fechamos diversos convênios Kia Martins; Ótica Líder; Oficina Bandeirantes; Microssom; Plural/SAMEL; Aliança Francesa e Wizard. Em andamento, visto que a pandemia de Sars-COV-2 COVID 19 não permitiu, com rede de supermercados de grande porte.

Somos agora Correspondente Bancário da CAIXA. Podemos atender os filiados em diversas demandas como financiamentos, consignações, seguros, e demais produtos financeiros. Estamos no início desta parceria que, indubitavelmente, trará muitos frutos para todos os envolvidos.

No campo financeiro, as dificuldades foram bem maiores. Ao assumirmos a diretoria de patrimônio e finanças há nove anos as dificuldades eram grandes. Neste sentido, a planilha anexa fala por si. Iniciamos com um saldo financeiro de R$ 18 mil.  Hoje, deixamos como legado os seguintes saldos financeiros:

SICOOB: conta corrente: 14.343,68; conta poupança: 18,92; conta capital: 2.139,88; RDC: 80.627,79

CAIXA: Conta Corrente: 1.673,48; Conta Poupança: 11.853,49

Ou seja, hoje temos em caixa um saldo financeiro de R$ 110 mil. O mesmo saldo inicial, 18 mil reais, se atualizado pela poupança e nada tivesse sigo pago, hoje apresentaria o valor de R$ 33 mil. (fonte: calculadora do cidadão em https://www3.bcb.gov.br/CALCIDADAO/publico/corrigirPelaPoupanca.do?method=corrigirPelaPoupanca)

Gosto de dizer que as organizações jamais existiriam sem as pessoas que lhe dão vida, dinamismo, energia, inteligência e criatividade.

Assim, por questões de justiça, estes importantes avanços não são apenas do presidente, mas de toda diretoria que compõe esse sindicato. Em especial, são resultado do trabalho do nosso querido e incansável Guede, da Sabrina, sempre disposta a resolver os mais intricados problemas, ambos sempre à postos para atender as demandas e construir um melhor sindicato para nós.

Gostaria ainda de registrar um agradecimento ao Iermak, conselheiro de todas as horas, sempre disposto a dar o melhor de si para o sucesso e correção do SINJEAM e ao Elongio, que mostrou os caminhos da atuação sindical.

Certamente, desafios e barreiras, já conhecidos ou não, surgirão no caminho deste grupo que hoje inicia sua participação na nova gestão 2021/2024, a ser comandada por Elongio Moreira. Mas com a força e a união de todos será possível contornar obstáculos, propor soluções e abrir novos canais de diálogo.

E para isso, torna-se vital continuar desenvolvendo ações para disseminar ainda mais a significância de um sindicato de classe, principalmente nos dias negros que passamos.

A pandemia acelerou a flexibilização das regras trabalhistas e até mesmo precarizou as relações de trabalho no Brasil.

A COVID-19 introduziu no Brasil uma severíssima precarização das condições de trabalho, uma grande retirada de direitos do empregado em relação ao empregador. Em âmbito governamental, imperioso destacar que os esforços para preservar empregos foram tímidos, os esforços para cobrir as perdas salariais foram tímidos e os esforços para proteger os não empregados foram feitos por um processo burocrático feito por quem não conhece as necessidades e características dessa população. Tal situação expôs a nós, perante os brasileiros, como casta privilegiada. Não podemos permitir que isto aconteça. Precisamos resistir, dar maior significância ao nosso papel na sociedade.

Doutra banda, a desregulamentação tornou-se um mantra dos novos tempos. Sua lógica de funcionamento não tem como objetivo a inserção dos trabalhadores na riqueza social, ao contrário, busca uma incorporação diferenciada com base na redução de custos para o capital, tendo como consequência formas precárias de relações e condições de trabalho. Não se discute mais o fim do trabalho ou a perda da importância do trabalho na sociabilidade contemporânea, mas sua invasão e colonização de todos os setores da vida, do tempo de lazer, da vida pessoal, da construção das subjetividades. E, por mais incrível que pareça, isto também chegou no serviço público.

Em reflexo às formas de representação de classe dos trabalhadores, pode-se dizer que, longe de haver perdido centralidade, as formas organizacionais vinculadas à representação sindical vêm sendo reconfiguradas incessantemente e têm reagido ao intenso processo de desarticulação das políticas de proteção do trabalho. Retomando a ideia de que o mundo do trabalho é per se um espaço permanente da luta de classes, as opções abertas à reconfiguração dos rumos da globalização econômica pela agência dos trabalhadores continuam a passar pela forma sindicato e sua capacidade de se reinventar. De certa forma, entendo que começamos a trilhar este caminho. Mas falta-nos encontrar a estrada dos tijolos de ouro, pois vários colegas, por diversos motivos, tendem a abandonar a luta, a associação de classe, mesmo que isso venha a representar, em futuro não tão distante, a perda de mais direitos.

Neste aspecto, meus profundos agradecimentos aos aposentados que continuam a marchar conosco, na certeza de avançarmos, mesmo a despeito de todas as dificuldades. Meus respeitos. Não estaríamos aqui se não fossem vocês.

Por fim, hoje, após 09 anos fazendo parte dessa história, registro que convivi com grandes profissionais, que se fosse citar nomes de cada líder, ficaríamos horas relatando. Mas não posso deixar de fazer minhas justas homenagens aos que nos precederam neste brioso SINJEAM, como Jander Assis Valente (biênio 1992-1993); João Batista de Brito  (biênio 1994-1995): José Adrin Duarte Araújo (biênio 1994-1995); Marivaldo Lima Chaves  (biênio 1997-1999); Vagner Augusto Pereira ( biênio 1999-2001); Aldo Anísio Pereira de França ( biênio 1999-2001); Núbia Maria Barros Valcácio (biênio 2001-2003); Antenor de Carvalho Braga Neto (biênio 2003-2005) e (biênio 2005-2007): Barbara Lima Tavares de Almeida (biênio 2007-2009) e (triénio 2015- 2018); Elôngio Moreira dos Santos Junior (biênio 2009-2011), (triênio 2012-2015) e (triênio 2015-2018). Sem eles, não estaríamos aqui. Dignos de todas a reverências de nossa parte.

Por fim, a todos com quem tive privilégio de trabalhar, obrigado por me deixarem fazer parte de suas vidas e aprender com vocês. Me traz imensa felicidade pensar nas realizações de daqui para frente.

Deixo meu sincero muito obrigado, e peço que não se esqueçam da capacidade que cada um de vocês carrega “de escrever a sua própria história”. Sindicato é União.

É com muito orgulho que transmito o cargo a um colega como o Elôngio, incansável na ação sindical e que só acrescentou valor e relevância ao trabalho realizado por todos nós, SINJEAM.”

Categorias
Notícias

SINJEAM entrega placas de agracecimento

No início da tarde de ontem(25), o SINJEAM entregou placa de agradecimento ao Diretor Geral do TRE/AM, sr. Ruy Melo de Oliveira e solicitou que ele efetuasse a entrega da placa de agradecimento à família do Desembargador ARISTÓTELES DE LIMA THURY (in memorian).
As placas entregues contêm os dizeres:


AGRADECIMENTO
Ao Excelentíssimo Senhor
Desembargador ARISTÓTELES DE LIMA THURY (in memorian):
Palavras nem sempre são suficientes para expressar a gratidão e o respeito que temos para com a pessoa que sempre nos apoiou no difícil dia a dia profissional.
Nosso TRE-AM não teria alcançado tantos sucessos sem a sua essencial participação e colaboração. Que as novas gerações tenham a inspiração no seu talento, bom caráter e profissionalismo. Obrigado por tudo, Desembargador.
Manaus, 25 de março de 2021
SINJEAM
Sindicato dos Servidores da Justiça Eleitoral do Estado do Amazonas

AGRADECIMENTO
Ao Colega
Ruy Melo de Oliveira
Pelo exemplo de força, coragem, dedicação e especialmente de amor a profissão, deixamos aqui nosso eterno carinho a você, que ajudou nosso SINJEAM.
Esta é nossa homenagem pela sua dedicação e companheirismo.
Manaus, 25 de março de 2021
SINJEAM
Sindicato dos Servidores da Justiça Eleitoral do Estado do Amazonas

Categorias
Notícias

Curso de Lideranças é sucesso de participação e inscrições são prorrogadas até 29 de março

Redação Fenajufe 18 Março 2021 Acessos: 126

Aula inaugural contou com mais de 3 mil visualizações e intensa participação de servidores e servidoras. Próxima aula será na segunda-feira, 22

Uma noite para ficar na história da Fenajufe e das entidades parceiras na mega iniciativa de formação. Assim está definida a aula inaugural de 16 de março, do Curso de Formação de Lideranças com foco na Administração Pública, a Reforma Administrativa e os impactos sobre os Serviços Públicos. Com recorde de inscrições – 1.710 inscritos até 15 de março – a Organização definiu pelas aulas abertas via YouTube, além de prorrogar o prazo para novas inscrições (inscreva-se aqui ou clique na imagem ao lado) até a segunda-feira, 29 de março. Outra definição da Comissão Organizadora foi pela manutenção das aulas no YouTube e com isso, garantir maior participação e repercussão.

O curso também trouxe a preocupação em ser inclusivo. Durante toda a aula houve tradução para LIBRAS e todos que fizeram uso da palavra foram instruídos a se autodescreverem, como parte da orientação de audiodescrição. No conjunto, a iniciativa foi muitíssimo bem recepcionada e muito elogiada.

Na aula inaugural, a recepção aos alunos foi feita pelas entidades organizadoras, Fenajufe, Fenamp/Ansemp, Fenajud, Andes-SN, SindiReceita e Fenasps. Pela Fenajufe, o Coordenador de Formação Política e Organização Sindical, Thiago Duarte, autor da proposta do Curso aprovada por consenso dentro da Diretoria da Fenajufe, ao saudar os participantes pela Fenajufe, delineou o cenário de ataques aso servidores e servidoras, agravado pela aprovação da PEC 186 e os reflexos disso na redução da oferta dos serviços públicos à população. O dirigente destacou que as reformas aprovadas e aquelas em curso afetam o papel do(a) servidor(a) seja na Educação, Saúde ou nos Legislativos e no Judiciário.

Já na apresentação de conteúdo, o professor Plínio de Arruda Sampaio Júnior traçou a linha histórica da exploração da classe trabalhadora pelo capital e pelas tensões entre as duas forças que levaram ao golpe de estado institucional em 2016, o que ele classifica como o marco que “determina o fim da Nova República” e abre o período da “República dos Delinquentes”: primeiro o delinquente de terno (Michel Temer) e posteriormente, o delinquente miliciano (Jair Bolsonaro).

No segundo tempo da aula, Vladimir Nepomuceno fez um raio X da PEC 186 e da reforma administrativa e como elas foram geradas, principalmente no que tange à reforma da Previdência também aprovada por Bolsonaro (sem partido), mas totalmente recepcionada do projeto elaborado por Michel Temer (MDB). O palestrante falou ainda sobre a possibilidade de o atraso na vacinação sugerir ser deliberado, como estratégia para evitar manifestações pelas ruas.

A primeira aula do curso pode ser acessada no HotSite do Curso, neste link, no YouTube e no Facebook da Federação.

Próximo webinar
A Aula 2 do Curso de Formação de Lideranças com foco na Administração Pública, a Reforma Administrativa e os impactos sobre os Serviços Públicos acontece na segunda-feira, 22 de março, a partir das 18h. Mas é um caso isolado para acomodação de agenda. Os oito webinários seguintes acontecerão às terças-feiras. A programação completa está em formacaodeliderancas.fenajufe.org.br. O hotsite do Curso de Formação de Lideranças contém todas as informações sobre a programação e as aulas, bem como é o local onde você pode assistir às aulas já veiculadas.

O tema da segunda aula será “O Ciclo Laboral no Serviço Público”, a cargo dos professores Ricardo Antunes e Luiz Alberto dos Santos. Conheça:

  • Ricardo Antunes

Professor Titular de Sociologia no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, Ministrou cursos de pós-graduação e graduação e conferências em várias universidades na Europa (Itália, Espanha, França, Inglaterra, Portugal, Suíça); na América do Norte (EUA); América do Sul (Argentina, Uruguai, Chile, Venezuela, Equador, Colômbia, Guatemala, Costa Rica, Cuba) e na Ásia (China e Índia).

  • Luiz Alberto dos Santos

É Doutor em Ciências Sociais – Estudos Comparados sobre as Américas pelo Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas – CEPPAC/UnB. Possui graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e mestrado em Administração pela UNB. Foi Subchefe de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil da Presidência da República. Foi Assessor Especial do Líder do Governo no Congresso Nacional. É Consultor legislativo do Senado Federal. É professor da EBAPE da Fundação Getúlio Vargas-RJ e da FGV. Atua como consultor e colaborador do DIAP.

Luciano Beregeno, da Fenajufe

Fonte: fenajufe.org.br

Categorias
Assembleia

SINJEAM convoca filiados para assembleia virtual de prestação de contas e posse da nova diretoria

O presidente do SINJEAM, Ruy Wanderley de Carvalho Lopes, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca assembleia geral ordinária virtual a se realizar no dia 26 de março de 2021, pela plataforma Meet, às 9h (1ª chamada) e 9h30min (2ª chamada), para tratar da seguinte pauta:

1.Prestação de contas – período março de 2020 a fevereiro de 2021;

2.Posse da nova diretoria e conselho fiscal para gestão 2021/2024.

Todos os filiados ativos e aposentados estão convidados a participar!

Confira o edital de convocação neste link.

Confira o parecer do conselho fiscal e a prestação de contas março2020 a fevereiro2021 neste link.

Categorias
Notícias

Em apenas quatro dias, mais de 300 se inscrevem no Curso de Formação de Lideranças da Fenajufe

Redação Fenajufe 04 Março 2021 Acessos: 1760

Webinários tratarão de panoramas mais amplos na conjuntura de ataques à Administração e Serviços públicos

As inscrições para o Curso de Formação de Lideranças com foco na Administração Pública se iniciaram na segunda feira (1) e em apenas quatro dias, já somam mais de 330 inscrições. Isso reforça a relevância dos temas que serão abordados. Os(as) interessados(as) têm até 15 de março para se inscreverem.

O curso é direcionado para Servidoras e Servidores Públicos de todo o Brasil e dirigentes sindicais, no entanto, trabalhadores da iniciativa privada e estudantes interessados também podem participar. Com o cenário atual de desvalorização do serviço público e com a proposta de reestruturação da administração pública (PEC32), é fundamental fomentar o debate de defesa dos direitos de a população ter acesso aos serviços essenciais de qualidade.

A idealização do curso é iniciativa da Fenajufe em parceria com a Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados (Fenajud), do Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (SindiReceita), da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores  em Saúde, Trabalho, Previdência  e Assistência Social(Fenasps ) do Sindicato do  Ministério Público do Estado de São Paulo (SindMPU/SP) e da Federação Nacional dos Servidores dos Ministérios Públicos Estaduais – (Fenamp). Com foco na Reforma Administrativa, os alunos terão a oportunidade de conhecer detalhes sobre o que representa a reforma e os impactos na vida não só dos servidores e das servidoras, mas de toda a sociedade.

O curso de Formação tem início dia 16 de março e ao final, os alunos que obtiverem 70% de participação nas aulas vão receber o certificado com validade em todo território nacional. Para se inscrever, basta acessar o formulário pela imagem no início desta matéria ou ainda, no site da Fenajufe, pelo banner do curso.

Visando proporcionar acessibilidade a todas e todos, a Federação vai garantir a tradução das aulas na Linguagem Brasileiras de Sinais (Libras) em tempo real. Além disso, haverá a “audiodescrição de imagens” – recurso para tornar a informação visual acessível para pessoas cegas ou com pouca visão. As inscrições e curso são de forma gratuita.

Via de regra, as aulas acontecem às terças-feiras, a partir das 18 horas. A programação do Curso de Formação de Lideranças com foco na relação entre a Administração Pública, a Reforma Administrativa e os impactos sobre as Servidoras e Servidores Públicos está assim definida, neste momento:

Joana Darc Melo, da Fenajufe (Texto)
Luciano Beregno, da Fenajufe (organização de imagens)

Fonte: FENAJUFE

Categorias
Notícias

Fenajufe abre inscrição para o curso de Formação de Lideranças com foco na Administração Pública

Redação Fenajufe 01 Março 2021 Acessos: 807

Para se inscrever, basta preencher o formulário de inscrição AQUI ou pelo site da Fenajufe. As inscrições vão até 15 de março

Já estão abertas a partir desta segunda-feira, 1º de março, as inscrições para o Curso de Formação de Lideranças. A iniciativa é promovida pela Fenajufe, em parceria com FenajudFederação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados – da FenampFederação Nacional dos Servidores dos Ministérios Públicos Estaduais – e outras entidades nacionais.

As inscrições acontecem até 15 de março. Os webinários (aulas) terão início já no dia 16 do mesmo mês. Para se inscrever, basta preencher o formulário de inscrição AQUI e também pelo site da Fenajufe, clicando no banner do curso, ou clicando na imagem abaixo:

A inscrição e o curso são gratuitos. Terá direito a certificado de conclusão o(a) aluno(a) que cumprir no mínimo 70% de participação nas aulas.

Atenta às boas práticas para permitir acessibilidade ampla a todas e todos, a Fenajufe garantirá a tradução das aulas em LIBRASLinguagem Brasileira de Sinais – em tempo real. Outra preocupação da Federação e parceiras na realização do curso, é proporcionar a audiodescrição de imagens, para tornar a informação visual acessível a pessoas cegas ou com baixa visão. 

Destinado a dirigentes sindicais, Servidoras e Servidores Públicos de todos Brasil, bem como a trabalhadores(as) da iniciativa privada  e estudantes, esta edição do Curso de Formação de Lideranças vai detalhar os impactos da reforma administrativa sobre o serviços públicos brasileiros. O objetivo é capacitar os alunos para um debate crítico na defesa do serviço público de qualidade.

Dividido em dez módulos ao longo de 10 encontros – um por semana -, o curso aborda áreas distintas. Para ministrar as aulas, foram convidados professores e consultores renomados: os professores Alysson Leandro Mascaro (USP), Ana Magnólia Mendes (UNB), Ricardo Antunes (Unicamp), Marcus Orione (USP) e Plinio de Arruda Sampaio Filho (Unicamp). Vladimir Nepomuceno (assessor da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público), Maria Lucia Fattorelli (Auditoria Cidadã), Juliane Furno (economista Chefe do IREE), Carlos Maldonado (ex-dirigente da Fasubra), entre outros. A grade de aulas do curso, completa, incluindo com os dias e horários das aulas será divulgada na próxima semana.

Luciano Beregeno, da Fenajufe

* Editada em 3 de março para inclusão de informações sobre recusos de audiodescrição.

Fonte: FENAJUFE

Categorias
Eleições 2021-SINJEAM

Nova diretoria do SINJEAM é eleita por aclamação

A eleição da nova diretoria executiva do SINJEAM para o biênio 2021-2024 aconteceu nesta segunda-feira (08), durante a assembleia geral extraordinária da entidade, realizada em ambiente virtual, pela plataforma Meet.

A chapa única denominada “UNIDADE SINJEAM” cumpriu todos os requisitos regulamentares, apresentando todos os documentos solicitados nas normas publicadas.

A nova diretoria foi eleita, por aclamação, pelos presentes e é composta por sete diretores e três conselheiros fiscais. São eles:

1) Presidente: Elôngio Moreira dos Santos Junior

2) Vice-Presidente: Euzébio Rodrigues Cardoso Júnior

3) Secretário Geral: Ivamar Oliveira Pereira Filho

4) Diretor Financeiro e de Patrimônio: Ruy Wanderley de Carvalho Lopes

5) Diretor de Assuntos Jurídicos: Arley Fabricio Alves Barbosa

6) Diretor de Atividades Sociais, Culturais e Lazer: Suelly Nery de Paiva 

7) Diretor do Núcleo de Servidores Lotados do Interior: Ferdinan Simeão dos Santos

Conselheiros Fiscais: 1) William Guimarães Bentes 2) Maria Fabiana da Costa Rodrigues 3) Janilton Dias Santana

A posse ocorrerá por Assembleia Geral Ordinária, a ser convocada posteriormente.